Ouça o áudio desse artigo

 124,940 Total de visualizações

A véspera da reabertura do comércio após pressão de empresários e trabalhadores, o Amazonas chega neste domingo a 5.190 mortos por Covid. Somados a mais 429 novos casos da doença, são agora 196.436 casos da doença no estado.

Nas últimas 24 horas foram mais 17 óbitos por Covid-19. Entre os casos confirmados de Covid-19 no Amazonas, há 645 pacientes internados, sendo 392 em leitos (107 na rede privada e 285 na rede pública), 245 em UTI (88 na rede privada e 157 na rede pública) e oito em sala vermelha, estrutura voltada à assistência temporária para estabilização de pacientes críticos/graves para posterior encaminhamento a outros pontos da rede de atenção à saúde.

Há ainda outros 147 pacientes internados considerados suspeitos e que aguardam a confirmação do diagnóstico. Desses, 101 estão em leitos clínicos (55 na rede privada e 46 na rede pública), 40 estão em UTI (23 na rede privada e 17 na rede pública) e seis em sala vermelha.

Municípios – Dos 196.436 casos confirmados no Amazonas até este domingo (27/12), 79.359 são de Manaus (40,40%) e 117.077 do interior do estado (59,60%).

Além da capital, os 61 municípios têm casos confirmados: Coari (8.280); Parintins (7.217); São Gabriel da Cachoeira (4.990); Tefé (4.923); Humaitá (4.619); Manacapuru (4.543); Presidente Figueiredo (3.869); Carauari (3.722); Lábrea (3.691); Iranduba (3.150); Barcelos (2.981); Itacoatiara (2.868); Eirunepé (2.698); Ipixuna (2.684); Santa Isabel do Rio Negro (2.356); Maués (2.269); Careiro (2.221); São Paulo de Olivença (2.119); Rio Preto da Eva (2.078); Tabatinga (2.054); Boca do Acre (2.016); Benjamin Constant (1.803); Manicoré (1.680); Autazes (1.637); Itapiranga (1.620); Atalaia do Norte (1.594); Nova Olinda do Norte (1.540); Pauini (1.513); Barreirinha (1.491); Alvarães (1.442); Urucurituba (1.439); Santo Antônio do Içá (1.351); Tapauá (1.333); Anori (1.302); Fonte Boa (1.181); Anamã (1.156); Maraã (1.124); Novo Airão (1.123); Beruri (1.093); Uarini (1.079); Amaturá (1.035); Envira (1.022); Guajará (996); Nhamundá (967); Urucará (945); Borba (932); Novo Aripuanã (879); Silves (795); Canutama (788); São Sebastião do Uatumã (742); Tonantins (716); Manaquiri (715); Itamarati (608); Japurá (594); Boa Vista do Ramos (593); Jutaí (589); Juruá (577); Apuí (478); Careiro da Várzea (449); Codajás (415) e Caapiranga (393).

Óbitos – Entre pacientes em Manaus, há o registro de 3.318 óbitos confirmados em decorrência do novo coronavírus. No interior, são 61 municípios com óbitos confirmados até o momento, totalizando 1.872.

A lista inclui Manacapuru (172); Parintins (160); Coari (134); Tefé (105); Itacoatiara (95); Tabatinga (88); Humaitá (84); Iranduba (60); São Gabriel da Cachoeira (58); Maués (49); Benjamin Constant (46); Lábrea (44); Autazes (38); Presidente Figueiredo (37); Manicoré (36); São Paulo de Olivença (31); Nova Olinda do Norte (29); Barcelos (28); Santo Antônio do Içá (28); Barreirinha (27); Alvarães (25); Careiro (25); Rio Preto da Eva (24); Borba (23); Carauari (23); Manaquiri (23); Fonte Boa (21); Santa Isabel do Rio Negro (21); Tonantins (21); Anori (18); Boca do Acre (18); Jutaí (17); Nhamundá (17); Guajará (16); Urucará (16); Novo Aripuanã (14); Uarini (14); Beruri (13); Eirunepé (12); Ipixuna (12); Itapiranga (12); Novo Airão (12); Urucurituba (11); Amaturá (10); Codajás (10); Tapauá (10); Caapiranga (9); Juruá (8); São Sebastião do Uatumã (8); Boa Vista do Ramos (7); Itamarati (7); Maraã (7); Silves (7); Canutama (6); Careiro da Várzea (6); Pauini (6); Apuí (5); Atalaia do Norte (4); Envira (2); Japurá (2) e Anamã (1).

O Governo trabalha a rede hospitalar para receber a maior pressão nos próximos 20 dias, quando a pandemia deve atingir novo pico no estado. Hoje, 92% dos leitos destinados à Covid-19 estão ocupados

Com mais de 92% dos leitos de UTI destinados à Covid-19 ocupados, o hospital de referência Delphina Aziz operando no limite e a rede de emergência pressionada com o aumento dos casos, o Governo deu início à terceira fase do Plano de Contingência para o Recrudescimento da Covid-19, na qual estão sendo implantados 297 leitos – 63 de UTI e 234 clínicos – em hospitais e prontos-socorros da rede estadual e rede complementar.

Seguindo a mesma lógica, a FCecon está destinando cinco leitos de UTI e 18 leitos clínicos para tratar pacientes oncológicos com a Covid-19. Outros hospitais que estão destinando leitos para Covid-19 ou para retaguarda dos prontos-socorros são a maternidade Ana Braga, o Instituto da Criança do Amazonas (Icam), o Hospital Adriano Jorge, o Hospital Beneficente Português e o Hospital Geraldo da Rocha.

O Governo do Estado também está discutindo com o Governo Federal a possibilidade de implantação de um hospital de campanha e, ao mesmo tempo, trabalhando para credenciar novos leitos na rede privada para atender à demanda da rede pública.

*Com informações da assessoria

DEIXE SEU COMENTÁRIO