Ouça o áudio desse artigo

 1,445,954 Total de visualizações

 

A Record demitiu nesta quarta-feira (27) o apresentador Marcos Mion, rescindindo um acordo que seria válido até o final de 2021.

Aos 41 anos, ele estava na rede de Edir Macedo desde 2010, e atuou em programas como Ídolos e Legendários.

Antes de trabalhar na Record, o comunicador teve passagens marcantes pela Band e pela MTV Brasil, casa em que se tornou um dos apresentadores com maior prestígio e expressão entre o público jovem.

A suposta motivação da saída seria: os muitos desgastes com a direção do programa no ano passado. O apresentador mostrou insatisfação pública e chegou a chorar ao vivo depois de erros de apuração em provas e regras quebradas.

Com a saída da Record, ele fica livre para negociar com outras emissoras. Nos últimos dias, rumores o colocaram na mira da Globo, que nos próximos meses perderá Faustão e possivelmente Luciano Huck e Angélica, se o apresentador do “Caldeirão do Huck” decidir entrar na política. Mion já teria proposta da Globo, por isso sinalizou que gostaria de deixar a emissora.

Mion está na Record desde 2006, onde comandou os programas “Legendários”, “Ídolos”, “A Casa” e ainda fez novelas como “Bicho do Mato”.

Nos últimos anos, foi o responsável por renovar o formato de “A Fazenda”, levantando a audiência do reality show a ponto de ter um projeto de talk show engavetado pelo canal, que pretendia deixá-lo exclusivamente naquela atração.

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO