Ouça o áudio desse artigo

 46,165 Total de visualizações

Cantor, sócios de produtora e chefe do tráfico do Parque União são alvos de operação realizada pela Delegacia de Combate às Drogas, da Polícia Civil do Rio de Janeiro.

 

Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

O cantor Marcelo Pires Vieira, o Belo foi preso nesta quarta-feira (17) pela Delegacia de Combate às Drogas (DCOD), da Polícia Civil do Rio de Janeiro.

O artista é investigado pela realização de um show no Complexo da Maré, Zona Norte do Rio, apesar das proibições devido à pandemia.

Como o evento no interior da Escola Municipal do Parque União, no último dia 13, não teve autorização da Secretaria Municipal de Saúde, a polícia também investiga a invasão ao colégio.A DCOD abriu um inquérito e, nesta quarta, cumpriu quatro mandados de prisão preventiva e cinco de busca e apreensão. Uma das buscas foi na sede da empresa que organizou o evento, a produtora Série Gold.

Os quatro mandados de prisão preventiva são contra:

Marcelo Pires Vieira, o Belo, cantor
Célio Caetano, sócio da produtora
Henriques Marques, o Rick, sócio da produtora
Jorge Luiz Moura Barbosa, o Alvarenga, chefe do tráfico no Parque União
Nas redes sociais, fãs postaram vídeos em cima do palco na hora do show, onde é possível ver uma grande aglomeração.

“FIZEMOS O SHOW SEGUINDO TODOS OS PROTOCOLOS. NÃO TEMOS CONTROLE DO GERAL. ISSO NEM OS GOVERNANTES TÊM. AS PRAIAS ESTÃO LOTADAS, TRANSPORTES PÚBLICOS, E SÓ QUEM SOFRE AS CONSEQUÊNCIAS SÃO OS ARTISTAS, QUE FOI O PRIMEIRO SEGMENTO A PARAR, E ATÉ AGORA NÃO TEMOS APOIO DE NINGUÉM SOBRE A NOSSA RETOMADA. SUSTENTAMOS MAIS DE 50 FAMÍLIAS.” DECLAROU BELO.

O cantor já foi preso em outras duas ocasiões. O músico foi condenado no dia 30 de dezembro de 2002 a seis anos de prisão, acusado de associação para o tráfico depois de, segundo a polícia, negociar drogas e armas pelo telefone com um traficante. Na ocasião, ficou preso por cerca de um mês e conseguiu, após entrar com um recurso, o direito de responder em libertade.

O Ministério Público recorreu da decisão e a 8ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio aumentou a pena do cantor para oito anos. Belo foi preso novamente em novembro de 2004.

Ele estava escondido dentro de casa, na Zona Oeste do Rio. Desta vez, passou três anos e oito meses na cadeia.

Policiais fazem buscas na casa do cantor Belo





Fonte: A Repórter
DEIXE SEU COMENTÁRIO