CONCURSO PÚBLICO: Corpo de Bombeiros do Amazonas terá corporação ampliada em mais de 80%

Ouça o áudio desse artigo

 46,813 Total de visualizações

O Governo do AM publicará o decreto que possibilita a realização de concurso público para o efetivo do Corpo de Bombeiros Amazonas (CBMAM).

 

Atualmente, o Corpo de Bombeiros conta com um QDE que distribui um efetivo de 2.429 homens
Atualmente, o Corpo de Bombeiros conta com um QDE que distribui um efetivo de 2.429 homens | Foto: Divulgação Secom

 

Manaus – O efetivo do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM) será ampliado em 80% por meio do novo Quadro de Distribuição de Efetivo (QDE). O quadro viabiliza a realização de concursos públicos e a expansão de postos dos bombeiros no interior do estado com mais de 4 mil vagas.

O decreto foi assinado nesta quinta-feira (25) durante solenidade realizada no auditório do Comando Geral do CBMAM, localizado no Comando Geral do CBMAM, localizado no bairro Petrópolis, zona Sul de Manaus e será publicado nos próximos dias.

Atualmente, o Corpo de Bombeiros conta com um QDE que distribui um efetivo de 2.429 homens. O novo quadro prevê 4.483 vagas, aumentando a projeção de efetivo da corporação em 84,56%.

O secretário-chefe da Casa Civil, Flávio Antony, que representou o governador Wilson Lima na cerimônia afirmou que a medida trata-se de uma correção de injustiça histórica.

Em 2020, 469 bombeiros militares do quadro de saúde no ano passado foram incluídos nos quadros da corporação
Em 2020, 469 bombeiros militares do quadro de saúde no ano passado foram incluídos nos quadros da corporação | Foto: Divulgação Secom

“Isso permite a reestruturação do quadro do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas, a gente consegue fazer com que a carreira seja igualmente reestruturada, abrimos oportunidade para que praças e oficiais possam progredir na carreira e, ao mesmo tempo, garantimos que o interior não fique desguarnecido”, disse em cerimônia.

Em 2020, 469 bombeiros militares do quadro de saúde no ano passado foram incluídos nos quadros da corporação e mais de 22 bombeiros militares foram promovidos nos meses de fevereiro e março.

No dia 14 de janeiro deste ano, durante o enfrentamento da segunda onda da Covid-19 no Amazonas, os bombeiros militares assumiram a enfermaria do 6º andar do Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV). Com 48 dias de atuação, contabilizaram 72 altas de pacientes e nenhum óbito foi registrado.

*Com informações da assessoria do CBMAM ao Portal Em Tempo

DEIXE SEU COMENTÁRIO