Ouça o áudio desse artigo

 79,013 Total de visualizações

Manaus (AM) – Mais um presentão que Arthur Virgílio Neto deixou aos Manauaras nos últimos dias como chefe do municipal.

Com dor nas costas, a população terá que carregar o peso das escolhas do ex-prefeito, que desta vez, fechou um contrato no valor de R$1,3 bilhão com a empresa Amazon Watt S.A.

 

Escândalo: no último dia de mandato, Arthur Neto assinou contrato bilionário que bancaria o Grupo Diário do Amazonas por 27 anos

O despacho publicado em 31 de Dezembro de 2020 no Diário Oficial do Município (DOM), indica que empresa, supostamente, irá instalar painéis solares nos prédios da Prefeitura de Manaus.

Escândalo: no último dia de mandato, Arthur Neto assinou contrato bilionário que bancaria o Grupo Diário do Amazonas por 27 anos

O contrato tem validade de 27 anos, e mensalmente sairá dos cofres públicos o valor de R$4,2 milhões para empresa Amazon Watt S.A., empresa esta que pertence a Leandro Gaglgliardi de Almeida Barreto, que é superintendente do Grupo Diário de Comunicação.

Informações apontam que Leandro seria a ponte de contratos entre o Grupo Diário de Comunicação e a Prefeitura de Manaus. “Se não fosse as negociações de Leandro, as empresas do Grupo Diário já teriam ido a falência”, é o que diz uma fonte próxima a família Anunciação, que é proprietária do veículo de comunicação.

Em troca do gordo presente então, de acordo com a fonte, o Grupo Diário encobria os podres da gestão de Arthur Neto, inclusive, o grupo teria também pagado outros veículos de imprensa para que não publicassem sobre escândalo do enteado de Arthur, do Caso Flávio.

Ainda de acordo com a fonte, constantemente aconteciam reuniões no Diário para orientar funcionários a escreverem contra os inimigos ou desafetos do então prefeito Arthur Neto, e claro, promover a imagem dele de bom moço na mídia. Além das orientações, segundo a fonte, também eram  negociados contratos de alugueis de imóveis e carros, tudo bancado pelo dinheiro público.

A troca de caros favores ainda vai longe. De acordo com a fonte, Arthur assinou contrato com a empresa de Leandro Barreto para preparar o terreno para as eleições estaduais do ano que vem, onde supostamente Arthur Neto virá candidato para o Governo do Amazonas.

Ou seja, parte do R$1,3 bilhões não servirá apenas para manter uma vida elitizada e de ostentação do ex-prefeito, mas também para bancar a futura campanha política.

O atual prefeito de Manaus já está ciente sobre o contrato exorbitante. David Almeida afirmou que vai pedir revisão dos contratos da gestão do ex-prefeito Arthur Virgílio Neto. No entanto, não foi registrado nenhum pedido ao Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM) para revisar o contrato bilionário.

Em uma matéria divulgada no dia 13 de Dezembro de 2019 pelo D24 AM (Jornal e Portal do Grupo Diário), mostra quem é Leandro Barreto. Veja vídeo:

Para visualizar o despacho completo do contrato da Prefeitura de Manaus com a Amazon Watt S.a. clique no link abaixo:

Diário Oficial do Município – 31 de Dezembro

Com informações do Laranjeiras News. 

DEIXE SEU COMENTÁRIO