Ouça o áudio desse artigo

 172,924 Total de visualizações

Depois de anos fora de circulação, o polêmico “Amor Estranho Amor” será exibido pela primeira vez na TV na madrugada da próxima sexta-feira (12), em uma sessão no Canal Brasil.

O filme estrelado por Xuxa Meneghel foi lançado em 1982 e teve sua reprodução proibida apenas anos depois, graças aos pareceres da Justiça a favor de Xuxa.

Aos 18 anos, ela encenou uma prostituta que se envolvia com um menino de 12, gerando um mal-estar para a “rainha dos baixinhos” quando ela ganhou fama como âncora de programas infantis.

Apesar da antiga batalha judicial, a apresentadora parece ter feito as pazes com esse capítulo de sua biografia, já que há três anos ela abriu mão das liminares que impediam a circulação da obra.

Em uma entrevista ao Otalab do UOL em julho do ano passado, ela não só comentou o filme como também incentivou que as pessoas o assistam.
“Quem não viu, veja o filme. É um filme muito legal. Aquilo lá é uma ficção, não é a minha biografia. E no mundo que a gente está vivendo, as pessoas querem me atingir falando sobre o filme, e não me atinge, porque aquilo lá é uma ficção”, ponderou Xuxa.

“Não gosta de mim, não tem problema. Querem me chamar de garota de programa, querem me chamar de pedófila por um filme que eu fiz quando tinha 18 anos, chamem. Aliás, gostaria que todo mundo visse o filme, é muito bom”, completou ela, provocando os críticos.

“Amor Estranho Amor” será exibido na madrugada da próxima sexta-feira (12), à 00h30, em uma mostra do Canal Brasil em homenagem ao diretor Walter Hugo Khouri.

VEJA A CENA MAIS POÊMICA DO FILME:

Somente para maiores de +18 anos


“Amor Estranho Amor” é, de longe, o filme mais controverso da carreira de Xuxa. E ao longo dos anos a relação da apresentadora como ele mudou bastante: se um dia ela entrou na Justiça para tirar de circulação as cópias do filme, hoje, mais de 30 anos depois, ela pede para que as pessoas assistam à produção.

Dirigido por Walter Hugo Khouri (1929-2003), “Amor Estranho Amor” traz Xuxa como Tamara, uma prostituta que se envolve com um garoto de 12 anos, interpretado por Marcelo Ribeiro. Na época das gravações, a apresentadora tinha entre 17 e 18 anos.

O filme foi lançado em 1982, mas foi retirado de circulação anos depois, após decisões judiciais em favor de Xuxa.

Isso desagradou Vera Fischer, uma das protagonistas do filme. Ela falou sobre o caso em 2019, durante o Festival de Cinema de Vitória: “Pelo fato de termos atores muito importantes no filme, não só eu, mas Tarcísio Meira, Íris Bruzzi, Mauro Mendonça, entre outros, eu achei um desrespeito a esses profissionais”.

Há registros de decisões judiciais sobre o filme até por volta de 2013, quando um desembargador negou recurso à Cinearte, a distribuidora do filme, impedindo-a de comercializar o filme. Xuxa fazia um pagamento anual à empresa para que o filme não fosse comercializado. Hoje, trechos dele podem ser encontrados no YouTube.
A apresentadora também chegou a entrar com ação contra o Google para impedir que seu nome fosse associado à palavra “pedofilia”,mas perdeu a disputa.

O que Xuxa diz

No ano passado, a apresentadora contou a Eliana que só atuou em “Amor Estranho Amor” para agradar Pelé, seu namorado à época. “Odiei fazer ‘Amor Estranho Amor’. Me enganaram, falaram um monte de coisa, que era para ser feito assim, assado. Foi o único trabalho que Pelé me fez fazer, porque ele falou: ‘Faz por causa do meu amigo’. Fiz e me estrepei”.

A Otaviano Costa no OtaLab, Xuxa falou do filme ao lembrar o momento em que foi verbalmente atacada por um deputado durante a votação da Lei Menino Bernardo, que visa proteger crianças e adolescentes de castigos físicos e punições cruéis.

De novo eu fui falar de crianças e de novo eles foram falar sobre o filme. Vejam o filme quantas vezes vocês quiserem, mas não esqueçam que aquilo é ficção, e a realidade é que você não pode bater criança.

Isso desagradou Vera Fischer, uma das protagonistas do filme. Elafalou sobre o caso em 2019, durante o Festival de Cinema de Vitória: “Pelo fato de termos atores muito importantes no filme, não só eu, mas Tarcísio Meira, Íris Bruzzi, Mauro Mendonça, entre outros, eu achei um desrespeito a esses profissionais”.

Fonte: Uol > https://tvefamosos.uol.com.br/noticias/redacao/2021/02/06/filme-polemico-de-xuxa-sera-exibido-pela-primeira-vez-na-tv.htm

DEIXE SEU COMENTÁRIO