Ouça o áudio desse artigo

 457,567 Total de visualizações

 

Foi uma cena assustadora em uma rodovia do Texas, nos Estados Unidos. Uma mulher se agarrou ao capô de um carro em alta velocidade para tentar recuperar um cachorro roubado.

Segundo o Click2Houston, a pet shop Bully Kamp é especializada em cães de raças exóticas. De acordo com Alize James, funcionária da loja, no dia 4 de novembro de 2020, um casal entrou no local e decidiu comprar um bulldog de 10 mil dólares (ou 53 mil reais, na cotação atual da moeda brasileira).

Entretanto, quando ela subiu as escadas para pegar a papelada para o serviço de entrega, o casal saiu da loja com o cachorro nos braços. Câmeras de segurança flagraram a ação.

Alize decidiu perseguir o casal até o carro, exigindo a devolução do pobre bulldog. Sua única preocupação, afirma, era que o animal de 7 meses de idade havia feito uma cirurgia dias antes e precisava de medicação especial. Foi quando ameaçaram atropelá-la.

Ela se agarrou ao capô do motor. Eles aceleraram. “Eles saíram costurando, dirigindo de forma imprudente, eu mal conseguia me segurar. Fiquei com muito medo.” – Declarou.

Após cerca de 10 minutos, o carro parou, mas a situação ainda não havia acabado. O homem saiu do carro: “Aí ele me agarra pelos pés, me agarra pelo peito e começa a me bater.” – Continuou. Apesar da luta corporal, o casal fugiu com o cachorro.

As autoridades identificaram a mulher que participou do crime como Royshana King, de 21 anos. Ela foi presa, acusada de roubo qualificado com arma mortal. Seu parceiro ainda não foi identificado.

DEIXE SEU COMENTÁRIO